Valorem na Mídia: Info Money

Brave Asset lança Fundo Verde FIDC ESG inédito no Brasil

Em parceria com Valorem, gestora mira conscientização e crédito para empresas com boas práticas ambientais, sociais e de governança.

O investidor nacional a partir de agora p​​ode se certificar de que critérios ambientais, sociais e de governança estão efetivamente em suas carteiras graças à Brave Asset. O primeiro FIDC em conformidade com a CVM surge como um incentivo ao desenvolvimento sustentável ao mercado e uma alternativa de maior proteção a quem busca diversificar o seu patrimônio e auxiliar o planeta. Isso porque a taxa cobrada sobre cada operação será revertida para neutralizar carbono.

Fundo de Investimento em Direitos Creditórios (FIDC), da Brave, fundada em 2019 e que já soma mais de R$ 500 milhões em ativos geridos, em parceria com a Valorem, empresa de soluções financeiras fundada no ano 2000 pelo empresário Ninfo Köenig.

Ele será o primeiro no País a monitorar se as empresas que receberão crédito não constam na lista de filtros negativos de ESG em regulamento junto à Comissão Mobiliária de Valores (CVM). Isso por que o FIDC socioambiental traz os seguintes critérios de seleção oficiais:

  • O não envolvimento em processos de corrupção e lavagem de dinheiro;
  • O não envolvimento em processos de trabalho escravo;
  • Estar fora do cadastro de sanções nacionais e internacionais;
  • A não atuação nos segmentos de armas, tabaco, energia nuclear, pornografia e de apostas.

Transparência e Inteligência Artificial
As empresas que compõem a carteira do fundo passam por uma análise de crédito bastante criteriosa. Além disso, os filtros negativos registrados em regulamento passam por um motor de crédito que utiliza inteligência artificial. Tanto na análise inicial, como nas renovações de crédito, o que garante maior transparência ao processo.

Ou seja, o FIDC está sendo usado como meio de financiamento para ações socioambientais, demonstrando o papel social da Brave Asset no desenvolvimento do Brasil e com a Agenda ONU 2030.

”A Brave nasceu tendo em seu DNA produtos inovadores. É uma satisfação para nós trazermos ao mercado um fundo pioneiro e de impacto na sociedade, que é o FIDC VERDE com profusão de ativos ESG. Continuaremos nessa trilha. Oferecer aos nossos investidores produtos com responsabilidade social e ambiental agregam benefícios para a sociedade como um todo e para o amadurecimento do mercado ESG no Brasil”, relata Diego Traesel Coelho, sócio e gestor da Brave Asset.

Crédito e educação ESG para as empresas
As soluções de crédito do Fundo Verde estão voltadas para cerca de 210 companhias de médio porte, atuantes em diversos setores e com faturamento entre R$ 10  milhões e R$ 100 milhões ao ano.

“Em outubro passamos oficialmente a ser Carbono Neutro e Amigos do Clima. Nossa jornada verde está apenas começando”,  diz Charlote Odebrecht, vice-presidente do Grupo Valorem.

Ela explica que a empresa aposta ativamente na mudança social e, por isso, investe na conscientização. “A próxima fase do projeto inclui levar aos clientes cursos gratuitos sobre sustentabilidade e ESG, para que possam implementar iniciativas acerca do tema em seus negócios”, ressalta.

Uma economia ambientalmente responsável, socialmente justa e economicamente transparente não é mais algo distante.

Brave Asset
É uma empresa paulista que trabalha com a gestão de fundos de investimentos através de Fundos 555, FIDCs e Estruturação de Produto. Criada em 2019 por sócios experientes no mercado financeiro com especialização em Renda Fixa e Crédito Privado, a Brave reúne uma equipe premiada pelos principais rankings de fundos do Brasil.

Destaque para o Diego Coelho que foi eleito o melhor gestor de multimercados em 2017 pela revista Valor Investe. Atualmente a gestora conta com 15 fundos e mais de R$ 600MM sob gestão.

Grupo Valorem
Já o grupo Valorem é uma empresa de soluções financeiras fundada no ano 2000 pelo empresário Ninfo Köenig, sediada em Joinvile (SC) e com filiais em São Paulo (SP), Porto Alegre (RS) e Londrina (PR).

Tem foco em soluções financeiras para companhias de médio e grande portes e opera, hoje, mais de R$ 4 bilhões em recursos para antecipação de recebíveis e securitização, com carteira de aproximadamente R$ 600 milhões. O Grupo é composto, também, pela Valorem Pay, de meios de pagamentos, e pela Krones Consultoria de Crédito e Cobrança. É detentora do selo Great Place to Work.

Matéria da InfoMoney clique aqui para ir para o site.

Leave a Reply

Solicitar - Máquina móvel (C680)




    * Campos obrigatórios

    Solicitar - Máquina móvel (Link 2500)

    Solicitar - Máquina móvel (D150)




      * Campos obrigatórios

      Solicitar - TEF (PPC930)




        * Campos obrigatórios

        Solicitar - Link de pagamento

        Solicitar - ValoremPay




          * Campos obrigatórios

          Solicitar - Antecipação de recebíveis fornecedores

          Solicitar - Antecipação de recebíveis






            * Campos obrigatórios

            Solicitar - Investimentos






              * Campos obrigatórios

              Investir FIDC

              Investir em Debêntures