Quando o assunto é fim de ano, uma das primeiras situações que vem à mente é a forma como o mercado se prepara. Enquanto cartazes são dispostos tentando despertar o interesse e o desejo dos consumidores pelos produtos, enfeites e mensagens de boas festas se alternam nas vitrines das lojas. Para aproveitar as oportunidades proporcionadas pela necessidade apresentada nesse período, existe uma preparação intensa do comércio e das indústrias. É em contextos assim, capazes de mudar o volume de vendas realizadas, que o cuidado com os custos sazonais torna-se essencial.
Ao contrário das despesas fixas, ou seja, aquelas que são registradas mensalmente no orçamento da empresa, esses custos são necessários apenas em determinados períodos, com o objetivo de suprir a demanda referente a eles. Essa variação no mercado é conhecida como sazonalidade e acontece anualmente em datas específicas. É o caso do Natal, sobre o qual comentamos acima, do Carnaval e da Páscoa, por exemplo. Assim, as empresas precisam considerar a compra de uma quantidade maior de matéria-prima, o aumento dos produtos em estoque, a contratação de trabalhadores temporários ou mesmo a terceirização de algum serviço.
E se voltarmos a falar das festividades de fim de ano, é preciso prever ainda os encargos trabalhistas, afinal, é quando se disponibiliza o décimo terceiro. No caso das indústrias, também existe outro fator: as férias. Como esse setor é o responsável pela produção das mercadorias, o trabalho é intensificado meses antes dos eventos, de modo que torna-se mais viável dar férias coletivas para os colaboradores. Como consequência, os gastos aumentam.

A preparação para os custos sazonais

A sazonalidade proporciona, de fato, uma chance de ouro para obter lucros e ter uma influência maior no mercado. Mas para aproveitá-la devidamente é preciso fazer um planejamento que abrace cada detalhe desde a compra de matéria-prima até a organização do estoque. Apenas assim é possível prever e minimizar possíveis prejuízos, facilitando as tomadas de decisão. E sabe por quê? Um bom planejamento considera tanto o contexto externo (o quadro socioeconômico em que o negócio está inserido) quanto o interno (todos os processos que envolvem a rotina da empresa).
Outro importante aspecto que deve ser pensado em um planejamento são aos recursos destinados para cobrir os custos sazonais. É comum que muitas empresas não tenham o dinheiro em caixa e, por isso, recorram a empréstimos. Entretanto, existem outras soluções que podem ser mais vantajosas, sem a necessidade de comprometer o negócio com o pagamento mensal de taxas e juros.
Ficou curioso para saber quais são? Então baixe gratuitamente nosso e-book sobre custos sazonais. Nele, explicamos como funcionam os períodos sazonais e como eles podem ser bastante lucrativos para sua empresa. Nosso material também mostra o que deve ser feito para que você aproveite esse momento e, claro, como conseguir o dinheiro para dar conta desses períodos. Confira!

Leave a Reply

Solicitar - Máquina móvel (C680)




    * Campos obrigatórios

    Solicitar - Máquina móvel (Link 2500)

    Solicitar - Máquina móvel (D150)




      * Campos obrigatórios

      Solicitar - TEF (PPC930)




        * Campos obrigatórios

        Solicitar - Link de pagamento

        Solicitar - ValoremPay




          * Campos obrigatórios

          Solicitar - Antecipação de recebíveis fornecedores

          Solicitar - Antecipação de recebíveis






            * Campos obrigatórios

            Solicitar - Investimentos






              * Campos obrigatórios

              Investir FIDC

              Investir em Debêntures