Se na sua empresa já está bem esclarecida a importância de uma estrutura profissionalizada de cobrança para cuidar do contas a receber e ficou decidido que o melhor é buscar suporte especializado, é hora de agir. Mas aí vem a dúvida: como escolher uma assessoria de cobrança? Quais elementos precisam ser considerados ao selecionar o melhor prestador desse serviço?

Em primeiro lugar é necessário deixar de lado a seleção por valor dos serviços. Ou seja, preço não deve ser um fator determinante para a escolha da sua assessoria de cobrança. Não estamos dizendo para fechar contrato com a que cobra mais caro, longe disso. A questão é que existem outros requisitos mais relevantes que precisam ser analisados.

É só pensar: se você vai comprar um automóvel para a sua empresa, o que você avalia? As características do veículo para o uso que será feito dele, a potência do motor, a economia de combustível (bem como o tipo do combustível), o acesso fácil à manutenção, um histórico bom da montadora em relação à qualidade mecânica, a garantia, o valor do imposto e, claro, o preço.

Fazer uma compra errada pode fazer o barato sair caro. Por isso, é preciso considerar muitos fatores para que o investimento não signifique prejuízo ao seu negócio. E essa lógica deve valer para todas as decisões: da expansão da infraestrutura, passando pela compra de equipamentos até a contratação de serviços.

E de que forma esse exemplo se relaciona com a dúvida sobre como escolher uma assessoria de cobrança? Bom, a correspondência é totalmente clara. Afinal, quanto vale a recuperação das inadimplências para o seu negócio?

Requisitos para saber como escolher uma assessoria de cobrança

Já vimos aqui no blog que o primeiro dia de atraso já representa perdas para a sua empresa. É o que chamamos de prejuízo de capital. Então, a questão número um a ser considerada ao escolher uma assessoria de cobrança é: qual é a estratégia que ela utiliza? A partir de quando as ações de cobrança começam a funcionar?

O segundo ponto bastante relevante é a experiência e o engajamento dos profissionais envolvidos no trabalho. Equipes preparadas e motivadas oferecem um resultado muito mais qualificado ao seu negócio pelo simples fato de trabalharem felizes. É fato que a cobrança é uma atividade delicada e que exige tato, por isso, é importante que os profissionais estejam preparados para isso.

E falando em tato, outro aspecto fundamental é conhecer a maneira como o seu potencial fornecedor trata os seus clientes. Até porque, por mais que seja um caso de inadimplência, a imagem do seu negócio está em questão. Por isso, não é estratégico fazer uma abordagem agressiva que pode motivar uma reação negativa por parte do devedor, inclusive expondo a situação.

E já que citamos a exposição, um ponto vital para saber como escolher uma assessoria de cobrança é verificar se essa empresa respeita as leis que regem essa prática. Ou seja, expor os endividados, fazer ameaças, descumprir prazos de negativação, entre outros comportamentos do tipo, podem comprometer a estratégia e pôr a perder o seu dinheiro.

Maneiras de conhecer a assessoria de cobrança

Agora que você já sabe como escolher uma assessoria de cobrança, vem a pergunta: de que maneira é possível ter acesso a essas informações e conhecer as práticas dessas empresas? O primeiro passo, claro, é conversar com esse eventual fornecedor e questioná-lo a respeito do posicionamento que ele adota a partir de cada ponto que levantamos aqui.

A etapa seguinte é ouvir alguns clientes dessa assessoria de cobrança e verificar como é a experiência deles com o serviço prestado. A avaliação dos clientes é um aval inquestionável sobre a maneira como esse trabalho é conduzido e como os resultados são entregues.

Além disso, vale conferir se a assessoria de cobrança oferece um algo a mais. Isso porque cobrar com respeito, com observância às leis e com uma equipe preparada são critérios básicos, ainda que nem sempre sejam regras universais. Esse algo a mais pode ser, por exemplo, uma consultoria para realizar um trabalho personalizado e direcionado. Assim, você fica mais seguro a respeito de como esse trabalho será realizado em favor da sua empresa.

Esperamos que este artigo tenha sido esclarecedor! Caso queira compartilhar alguma experiência sobre o assunto, fique à vontade para deixar o seu comentário no espaço abaixo.

Leave a Reply

Solicitar - Máquina móvel (C680)




    * Campos obrigatórios

    Solicitar - Máquina móvel (Link 2500)

    Solicitar - Máquina móvel (D150)




      * Campos obrigatórios

      Solicitar - TEF (PPC930)




        * Campos obrigatórios

        Solicitar - Link de pagamento

        Solicitar - ValoremPay




          * Campos obrigatórios

          Solicitar - Antecipação de recebíveis fornecedores

          Solicitar - Antecipação de recebíveis






            * Campos obrigatórios

            Solicitar - Investimentos






              * Campos obrigatórios

              Investir FIDC

              Investir em Debêntures